Buscar
  • Teresa Gomes

O formato do copo para vinho faz mesmo a diferença?

Se te questionas sobre se é realmente importante o formato do copo em que bebes o vinho, a resposta é sim!

O copo que escolhes pode ter um grande impacto, devido à quantidade de ar que entra no cálice e fica em contato com o vinho. Os copos devem permitir o vinho libertar os seus aromas, porém sem escaparem. O artigo de hoje cobre todos os aspectos do debate para que saibas que tipo de copo escolheres.



Esta é uma daquelas perguntas que me fazem habitualmente nos cursos de vinhos.

A minha resposta é sempre a mesma - Sim, sim e sim! E nem imaginas o quanto.

Da mesma forma que um vinho de alta qualidade passa a “comum” também o vinho que bebes no do dia-a-dia pode tornar-se um néctar especial. Como? Um dos truques é apenas o formato do copo que usas para o beber. Queres saber como? Então continua a ler.

A verdade é que usar o copo certo, tem enorme influência no prazer que tiras ao beber. Se dedicaste tempo a selecionar o vinho, serve-o num copo que faça sobressair as suas características. Em resumo escolhe sempre um copo que afunile no cimo (cálice em forma de tulipa), que permitirá libertar aromas do vinho q.b. mas sobretudo canalizará o néctar para a tua língua de uma forma que te dará garantidamente mais prazer e facilidade em captar as nuances gustativas do vinho.

Ainda antes desse prazer que é saborear o vinho, para poderes apreciares a cor correctamente, escolhe igualmente um copo:

  1. feito de vidro incolor;

  2. sem qualquer gravação ou decoração;

  3. de rebordo fino;

  4. com pé alto.

São tudo elementos, que uma vez presentes vão distorcer a (1 e 2) cor do vinho e em oposição inibem (3 e 4) o teu prazer em beber vinho.

Depois na análise olfactiva e gustativa, considera o copo como se de uma lupa se tratasse, ele deve aumentar os aromas e sabores do vinho e logo, uma vez mais o teu prazer. Ou seja, usando o copo adequado ganham ambos, tu e o vinho.

Se tens dúvidas faz o seguinte exercício:

- selecciona vários formatos de copos de vidro aí de casa (mesmo os copos para sumo!);
- abre uma garrafa de vinho;
- verte um pouco de vinho em cada um dos copos;
- pratica a técnica de prova como um profissional.

Eu explico como deves fazer aqui no e-book.

No final pergunta-te "em qual copo, o vinho tem um aroma e paladar mais ricos?".

Vai ficar surpreendido com o resultado.

A propósito, sabes como não segurar num copo de vinho? Nunca, jamais, com o polegar e o dedo indicador em torno do calice do copo. Os dedos devem estar sempre ao longo da haste.


De uma forma geral, deves ter três tipos de copos em casa – branco, tinto, de prova.


Os copos para vinho branco têm habitualmente um cálice mais estreito do que os copos para vinho tinto. Nos primeiros, podes ainda desfrutar de vinhos rosé e espumantes naturais.

Já os copos para vinho tinto, além destes vinhos, podes apreciar neles os vinhos brancos com estágio prolongado em madeira.

Por último, os chamados copos “de prova”. São aqueles que os profissionais usam na camaras de provadores, em concursos e por vezes é o copo oficial dos eventos vínicos.

É possível que os encontres identificados como copo ISO (international Standart Organization).

Pessoalmente acho-os pequenos, sem espaço para o vinho “abrir” no cálice, tal como acontece na maioria dos Flutes (copo para espumantes). Isto é, como lupa, não funcionam! Por isso não recomendo nenhum dos dois.

Para adquirires copos de prova com qualidade, terás muito provavelmente de procurar em lojas de acessórios para cozinha ou mesmo em garrafeiras.


O que este copo tem de fantástico no meu entender é a sua polivalência. Primeiro deves usa-lo para provar o vinho sempre que abres uma garrafa. Segundo, são óptimos para servires qualquer vinho licoroso, seja doce ou seco.


O formato do copo faz toda a diferença, porém apenas tens de ter três tipos de copos em casa – branco, tinto, de prova e vais poder beber correctamente todos os tipos de vinhos que existem. Não é fantástico?


Por último considera o investimento em copos de vidreiros especializados no fabrico de copos. Há em Portugal várias marcas, a preços variados e a qualidade do vidro, incluindo a durabilidade destacam-se.


Concordas ou discordas que o formato do copo faz a diferença?


icon_Teresa7.png